Responder a este comentário

Como os sócios são remunerados?

Enviado por admin, qua, 03/02/2010 - 16:37
Seu voto: Nenhum Classificação: 4 (1 voto)

Aplicando na bolsa ou tendo um empresa você acaba descobrindo que existem várias formas dos sócios serem remunerados.

Para aqueles que estão curiosos para entender esse mecanismo e quais as vantagens vamos dar uma geral nas formas de remuneração. Isso servirá para que você possa acompanhar melhor seu investimento e sua empresa.

A definição de como o sócio é remunerado depende da estrutura empresarial, da existência de lucro e da atuação do empreendedor na administração.

Pró-labore

O pró-labore é a forma mais comum de pagamento ao sócio - quem tem empresa sabe muito bem disso. Mas não necessariamente a mais barata. O pró-labore para empresa corresponde à uma despesa. Sendo assim, o valor fica livre do Imposto de Renda e da CSLL. Para o sócio a desvantagem é que ele arca com a despesa do imposto de renda, utilizando para isso a tabela progressiva vigente do IR, sendo a dedução realizada na fonte, pela empresa.

No pró-labore também incide o INSS, cuja alíquota é de 20%.

Dividendos

A distribuição de dividendos corresponde à distribuição de lucros, e dessa forma não é considerado despesa, sendo a tributação bastante inconstante como forma de controle pelo governo sobre a distribuição de lucros.

Para os sócios, a distribuição de dividendos é livre da cobrança de IR tanto na fonte quanto na declaração. Já para a empresa deve-se recolher IR e CSLL

Juros sobre capital próprio

O valor é calculado sobre o patrimônio liquido em 31 de dezembro do ano anterior, existindo um limite máximo para esse percentual correspondendo ao TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo), calculado pelo Banco Central.

O juros sobre capital próprio é considerado despesa financeira, ficando livre de IR para a empresa e a legislação permite dedução dos juros no cálculo da CSLL.

No caso dos sócios, esses terão o IR recolhido na fonte.

Abaixo segue tabela resumo.

  Para o sócio Para a empresa Observação
Pró-labore Sócio paga IR, recolhido na fonte pela empresa Empresa para INSS de 20%. Fica livre de IR e CSLL  
Dividendos Livre Empresa paga IR e CSLL Empresa deve ter lucro
Juros sobre capital próprio Retenção de IR na fonte ** Empresa deve ter lucro. A distribuição não pode superar 50% dos lucros acumulados ou do lucro do exercício.

** Verificar junto ao seu contador.

Esse artigo tem a finalidade de apresentar o funcionamento da distribuição de lucros, sendo necessário consultoria adequada de profissional capacitado (Contador). Por esse motivo e em virtude da complexidade do assunto preferimos não nos aprofundar.

Responder

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Você é humano? Insira as palavras no campo abaixo.